CONFIGURAR UM LINK PARA ECHOLINK

CONFIGURAÇÃO


Configurações do Sysop

As configurações do Sysop controlam muitas das características do EchoLink quando ele está rodando no modo Sysop. Escolha uma das abas no topo para ver as opções RX Control, TX Control, DTMF, Ident, Options, Signals, Web, ou RF Info. Cada uma dessas abas é descrita um detalhes abaixo.

Aba RX Control (Controle de RX)

A aba RX Control ajusta a interface entre seu PC e seu receptor (ou transceptor).

Carrier Detect (Detecção de Portadora): O EchoLink precisa ser capaz de detectar quando um sinal está sendo recebido no receptor. Normalmente, um sistema VOX embutido monitora o áudio recebido e aciona o EchoLink quando ele supera um certo nível. Contudo, para operação mais positiva em links simplex, também é possível conectar o sinal de detecção de portadora diretamente do receptor a uma das portas seriais do PC.

Manual: Selecione essa opção se você não deseja usar o VOX ou a porta serial. Para poder "transmitir" para a outra estação via Internet, você deve clicar no ícone Transmit ou pressionar a barra de espaço. Normalmente só pode ser selecionado para testes.

VOX: Selecione essa opção se você não tem uma conexão para a detecção de portadora entre seu receptor (ou transceptor) e a porta serial do seu PC. Esse é o padrão. Quando o VOX está ativado, e uma conexão é estabelecida a uma estação remota, o EchoLink irá começar a "transmitir" para a estação remota sempre que o pico do nível de áudio superar o limiar do VOX. O limiar do VOX é ajustado usando um controle deslizante que aparece exatamente abaixo do indicador de nível de áudio no rodapé da tela do EchoLink.

Quando o VOX está ativado, o EchoLink monitora o áudio do seu receptor continuamente, e o indicador de nível de áudio estará ativo todo o tempo, mesmo quando seu sistema não estiver conectado a outra estação.

VOX Delay (Atraso do VOX): Quando o VOX for acionado por um sinal local, o EchoLink continuará enviando áudio para a estação na Internet por uma pequena quantidade de tempo após o sinal parar. O VOX Delay controla esse período de tempo, em milissegundos. Aumente esse número se as estações locais tendem a deixar pausas de silêncio freqüentemente em suas transmissões. Esse ajuste também controla o atraso no uso dos sinais seriais CD, CTS, ou DSR para a detecção de portadora.

Anti-Thump (Anti-Batida): Quando estiver usando o VOX, para evitar acionamento falso após o acionamento durante a transmissão, entre um valor diferente de zero para o Anti-Thump. O padrão é 500 milissegundos. Esse recurso é particularmente útil quando for operado um nó repetidor, para evitar que o VOX do EchoLink acione no fechamento do silenciador da sua própria estação. Esse ajuste também se aplica no uso dos sinais seriais CD, CTS, ou DSR para a detecção de portadora.

ClrFreq Delay (Atraso para frequência livre): Ajusta o tamanho da janela de "freqüência-livre". Esse é o período de tempo que o EchoLink irá esperar, depois que o VOX liberar, antes de determinar que a frequência local está livre (quer dizer, não ocupada). Durante esse tempo, o indicador "Mão" aparece no rodapé da tela. O padrão é 3000 milissegundos. Certas funções, tais como anúncios e identificadores de estação, podem ser automaticamente mantidas em espera até que o EchoLink determine que a freqüência esteja livre.

Serial CD, Serial CTS, and Serial DSR: Selecione uma dessas opções se você preferir usar um sinal conectado diretamente de detecção de portadora ao invés do VOX. Em muitos casos, essa opção fornece melhores resultados que o VOX quando for operado um link simplex, pois ele permite que o EchoLink siga positivamente a portadora da estação que estiver entrando ao invés de confiar no nível de áudio dela. Quando essa opção estiver ativada, selecione a Porta Serial que o sinal está conectado na lista drop-down. O EchoLink espera que o sinal seja de nível lógico baixo (inativo) quando o receptor estiver com o silenciador fechado (squelched), e no nível lógico alto (ativado) quando um sinal estiver sendo recebido. Se Invert Sense for marcado, o oposto é verdadeiro. Para mais informação sobre essa conexão, veja Interfaceamento.

Note que o ajuste de atraso do ajuste VOX (VOX Delay) apesar de seu nome, se aplica a qualquer dessas opções. Se você estiver usando detecção de portadora diretamente, considere a redução do VOX Delay para um valor alguma coisa menor que o padrão.

Squelch Crash Anti-Trip (Anti-acionamento no fechamento do silenciador): Se você estiver usando o VOX, marque essa caixa para ativar um recurso especial que melhora o comportamento do VOX quando seu link estiver sintonizado numa repetidora local. Quando esse recurso está ativado e ajustado corretamente, o VOX do EchoLink irá ignorar rajadas curtas de ruído, tais como barulhos de silenciador fechando e tons de cortesia. Isso pode melhorar significantemente o link para a repetidora. 

Ajuste o valor de duração da "janela", em milissegundos, dentro do qual o pulso de ruído deve caber para que o VOX do EchoLink o ignore. Valores típicos são 40ms para fechamento de silenciador e 300ms para tons de cortesia. Experimente com essa configuração até que o indicador púrpura SIG não mais apareça quando o ruído indesejado for ouvido.

Quando esse recurso está ativado, todo o áudio de saída é passado através de uma linha de atraso como parte do processo de detecção, aproximadamente três vezes o valor de duração em tamanho. Note que esse recurso não se esforça para suprimir rajadas de ruído no fluxo de áudio; ele é pretendido somente para evitar que o VOX acione.

Aba TX Control (Controle de TX)

A aba TX Control ajusta a interface entre seu PC e seu transmissor (ou transceptor).

PTT Activation (Ativação do PTT): Essas opções determinam como o EchoLink aciona o transmissor local quando um sinal é recebido de uma estação na Internet. Se nenhum sinal estiver sendo recebido pelo receptor local, o EchoLink aciona o transmissor local quando qualquer áudio for recebido da estação distante, então desliga a transmissão local quando a estação distante parar a sua.

External VOX (Vox Externo): Selecione essa opção se você não tem qualquer conexão entre seu PC e o circuito de PTT do seu transmissor. Apesar de não ser muito comumente encontrado em equipamentos de FM, seu transmissor pode ter controle VOX, que pode ser ativado quando essa opção for selecionada. O áudio do PC aciona o circuito interno de VOX e aciona o transmissor. Para a maioria das instalações, contudo, uma conexão ao circuito do PTT é preferida.

ASCII Serial: Selecione essa opção se você estiver usando uma placa de interface WB2REM/G4CDY ou VA3TO, ou uma equivalente. Esse tipo de placa de interface é desenhada para receber comandos ASCII da porta serial do seu computador. Da lista de portas seriais, selecione a porta que a placa está conectada. A velocidade da porta é pré-ajustada para 2400 bps; marque a caixa 9600 bps se você estiver usando uma interface antiga que opere nessa velocidade.

RTS e DTR: Selecione uma dessas opções se você estiver usando uma interface do PC para o rádio RIGblaster (ou equivalente). Esse tipo de interface ativa a linha de PTT do transmissor quando qualquer um dos pinos dos sinais RTS ou DTR na porta serial é ativado. Na lista de Portas Seriais, selecione a porta a qual a placa está conectada. 

Key PTT on Local Transmit (Acionar o PTT na transmissão local): Marque essa caixa para forçar o acionamento do PTT do transceptor quando você apertar a barra de espaço para começar a transmitir, e desacioná-lo quando você parar. Esse recurso é útil se você estiver rodando um link Sysop, e também deseja ser capaz de entrar num QSO do EchoLink pelo teclado local e microfone.  

Esse recurso também pode ser usado em conjunto com a opção de Porta Serial na tela de controle do PTT nas Preferences/Connections. Se Auto-Select Mic Input estiver ativado, o EchoLink irá mudar automaticamente entre o áudio do transceptor e o áudio do microfone local quando transmitir localmente. Veja Controle do PTT para mais informação.

Aba DTMF

Os itens na aba DTMF listam cada uma das funções que o EchoLink suporta pela entrada de comandos DTMF (também conhecidos como TouchTone) pelo link local, ou um receptor de link secundário. Comandos DTMF podem ser usados para ativar ou desativar o link, ou para conectar ou desconectar uma estação distante.

DTMF Decoder: Selecioner uma das três opções, dependendo da configuração do seu equipamento.

External: Selecione essa opção se você estiver usando uma placa de interface WB2REM ou VA3TO, ou equivalente. Essas interfaces tem um decodificador DTMF embutido que se comunica com o EchoLink pela porta serial.

Internal: selecione essa opção se você estiver usando um outro tipo de interface, tal como uma RIGblaster. Quando essa opção está selecionada, o próprio EchoLink detecta os tons DTMF como eles são recebidos pa entrada de som PC, usando técnicas de processamento digital de sinais.

Disabled: Selecione essa opção se você não quiser aceitar comandos DTMF. Quando essa opção está selecionada, nenhum dos itens na lista de comandos DTMF estará disponível.

Min Interdigit Time (Tempo mínimo entre dígitos): Ajusta o período mínimo de tempo, em milissegundos, que o EchoLink irá permitir para a digitação entre dígitos DTMF. Ajuste isso para 0 para temporização padrão. Ajuste isso para um valor maior (tal como 200 ou 500 ms) se você achar que sinais ruidosos estão fazendo com que dígitos únicos serem interpretados como dígitos múltiplos.

Log All Commands (Registrar todos os comandos): Quando essa caixa está marcada, o EchoLink irá colocar num log todas as seqüências DTMF que forem recebidas, mesmo aquelas que não acionarem uma função. Essas entradas irão aparecer no Log do Sistema (System Log).

Auto Mute (Auto Mudo): Quando essa caixa está marcada, o EchoLink irá suprimir os sinais DTMF (recebidos pelo link local) impedindo-os de ir para a estação remota pela Internet. Os sinais DTMF são suprimidos completamente se o decodificador interno for usado; quando for usado o decodificador externo, a primeira parte do primeiro dígito pode passar "escondida".

Disable During PTT (Desativar durante o PTT): Quando essa caixa estiver marcada, os sinais DTMF não são decodificadas enquanto o transmissor do link local estiver acionado. Em algumas configurações de áudio, o áudio da placa de som pode ser alimentado em um decodificador interno ou externo. Isso pode fazer com que os sinais DTMF recebidos pela Internet sejam interpretados pelo decodificador do EchoLink, o que pode ser indesejável.

Enable Remote Pad (Ativar teclado numérico remoto): Quando essa caixa está marcada, estações conectando ao seu link usando o EchoLink versão 1.6 ou maior podem enviar comandos DTMF para (ou através do) seu link de rádio usando o teclado numérico DTMF embutido. Ative esse recurso se há uma repetidora controlada por DTMF ou funções de base remota que você deseja fornecer a usuários remotos. O teclado DTMF do usuário remoto não está disponível se qualquer dos nós estiver participando de uma conferência.

Note que o decodificador DTMF embutido do EchoLink normalmente não responde a sinais recebidos pela Internet; contudo, certas configurações de áudio podem fazer com que isso aconteça se for permitido que a saída da placa som alimente a própria entrada, ou para um decodificador DTMF externo. 

Note também que esse ajuste somente controla a capacidade do usuário remoto de usar o teclado DTMF embutido do EchoLink. Ele não afeta sinais DTMF de outras fontes.

Advanced (Avançado): Quando estiver usando o decodificador DTMF interno, abre uma janela que permite que os itens frequency tolerance (tolerância de freqüência), "twist" (distorção), e signal-to-noise ratio (relação sinal-ruído) sejam ajustados. Se você tiver dificuldade para decodificar dígitos DTMF de forma confiável com o decodificador interno, você pode achar que o ajuste dessas configurações, particularmente a tolerância de frequência, vai ajudar. Contudo, você pode querer tentar primeiro a diminuição do nível de áudio do receptor.

DTMF Command List (Lista de comandos DTMF): A lista mostra o nome de cada comando DTMF e a seqüência de dígitos que é necessária para ativá-la.  Para mudar qualquer uma das seqüências de função, clique na entrada apropriada na coluna Sequence e edite-a. Para desativar uma função, deixe o item na coluna Sequence em branco, ou troque-o pela letra X.

Reset to Defaults (Repor os padrões): Retorna todos os códigos de função DTMF aos seus valores padrão. Isso também adiciona quaisquer novos códigos de função que podem ter sido adicionados desde uma versão anterior do software.

Dead-Key Prefix (Prefixo morto): Alguns controladores de repetidor tem um recurso que emudece tons DTMF de forma que eles não sejam ouvidos na saída. Tipicamente, contudo, esses controladores fornecem uma forma de "contornar" a função, na forma de um prefixo que pode ser usado para desativar o recurso de emudecimento do DTMF (tal como #). Se você estiver rodando um link tal como uma repetidora, e recebendo áudio da saída do repetidor, os usuários que quiserem enviar comandos DTMF para o EchoLink poderão ter que prefixar todos os comandos do EchoLink com essa seqüência. 

Contudo, em alguns casos o EchoLink recebe e decodifica esse prefixo de comando junto com o próprio comando, o que geralmente não é desejável. Para evitar esse problema, ative a opção Dead-Key Prefix. Isso irá fazer com que o EchoLink sempre ignore o prefixo de comando escolhido, a menos que seja o único dígito recebido.

Station Shortcuts (Atalhos da estação): Abre a janela de Atalhos da Estação. Essa janela permite criar seqüências DTMF personalizadas para conectar estações específicas, igual a uma agenda telefônica pessoal. Por exemplo, você pode criar o atalho 99 para conectar a K1RFD. Isso torna fácil para estações móveis conectar a estações usadas freqüentemente, sem ter que memorizar o número de nó da estação. Tenha certeza de usar seqüências que não conflitem com outras funções; seqüências de dois ou três dígitos geralmente são boas escolhas. Note que os atalhos de estação são comandos "connect" implícitos, não sendo simplesmente números de nó abreviados.

Para mais informação sobre comandos DTMF, veja Funções DTMF.

Aba Identification

Para cortesia geral, e para ajudá-lo a respeitar o regulamento de Radioamador de seu país, o EchoLink suporta a identificação automática do seu link pelo ar. Uma identificação por código Morse ou voz (seja uma gravação gerada internamente ou sua própria gravação personalizada) pode ser tocado no início e/ou fim de uma conexão, e periodicamente enquanto a conexão está ativa. O EchoLink também pode tocar uma identificação (também conhecida com ID) periodicamente quando não há uma conexão ativa, se desejado.

Voice ID Source: Escolha se quer usar o ID gerado internamente, ou um arquivo WAV personalizado que você criou.

Morse: Entre o indicativo que você deseja usar para a identificação. Quando chegar o momento da identificação, o EchoLink irá enviar o indicativo (como entrado) em Morse, mixado com qualquer outro áudio que possa estar presente. A principal vantagem de uma Morse ID é que ela tende a não interromper ou atrasar o progresso de um QSO. Clique em Settings para ajustar a velocidade do Morse, o passo, e o nível de áudio.

Internal (Interno): Entre o indicativo que deseja usar para a identificação. Quando chegar o momento da identificação, o EchoLink irá "ler" as letras e dígitos como entrado. Pontuação não é reconhecida, exceto que você pode adicionar um sufixo -L ou -R para gerar a palavra "link" ou "repeater" após seu indicativo, se desejado.

External file (Arquivo Externo): Se você preferir criar sua própria ID de voz, selecione essa opção e escolha o botão "..." para localizar o arquivo. O arquivo deve ser um arquivo WAV em formato 8-bit, 8000Hz, PCM Mono. É recomendado mantê-lo o mais breve possível, pois um anúncio longo pode interferir com a operação macia do áudio enquanto em contato com outra estação.

Test: Escolha esse botão para que o EchoLink acione o rádio e identifique de acordo com as opções selecionadas.

Nota: É apropriado usar para uma estação Sysop o seu próprio indicativo como a ID "legal", sem qualquer tipo de sufixo especial.Nos Estados Unidos (e igualmente na maioria dos outros países), não é necessário que essa ID seja a mesma da repetidora que está sintonizada, pois ela é considerada uma estação separada.

            Identify (identificar): Selecione  quaisquer dessas opções, em qualquer combinação, para especificar quando o EchoLink deve enviar uma ID de estação pelo ar.

Each time station connects (Cada vez que uma estação conectar): Se essa opção estiver selecionada, seu indicativo será anunciado imediatamente antes do anúncio "connected" que é tocado quando uma estação conecta pela Internet. Note que se Auto-Announce está ativado (na aba Options), você ouvirá ambos os indicativos, o seu próprio e o da estação que estiver conectando, como em "K1RFD Link Connected AK8V Repeater". Se o Morse estiver selecionado, o Morse ID é tocado simultaneamente com o anúncio.

Each time a station disconnects (Cada vez que uma estação desconectar): Se essa opção estiver selecionada, seu indicativo será anunciado imediatamente após o anúncio "disconnected" quando uma estação desconecta.

At end of transmission, every n min (No fim da transmissão, cada n minutos): Selecione essa opção, e entre o número de minutos, para que o EchoLink anuncie seu indicativo periodicamente durante uma conexão grande. Se essa opção estiver selecionada, seu indicativo será anunciado imediatamente após a estação remota tenha terminado de falar, e exatamente antes do EchoLink desacionar o transmissor, mas não mais freqüentemente que o número de minutos especificados.

While active, every n min (Enquanto ativo, cada n minutos): Selecione essa opção e entre o número de minutos, para que o EchoLink anuncie seu indicativo periodicamente enquanto o link estiver em uso. O ID será tocado a primeira vez que o transmissor for acionado, e então a intervalos de n minutos depois disso se houver qualquer transmissão desde o último ID. Se a opção Wait for clear frequency for selecionada, o EchoLink irá adiar o ID, se o receptor de link estiver ocupado quando chagar o momento do ID.

While not active, every n min (Enquanto inativo, cada n minutos): Selecione essa opção, e entre o número de minutos, para que o EchoLink anuncie seu indicativo periodicamente quando não há transmissões no link (independente de haver qualquer um conectado). O primeiro ID será tocado quando o EchoLink iniciar. Se a opção Wait for clear frequency estiver selecionada, o EchoLink irá adiar o ID se o receptor do link estiver ocupado quando chegar o momento do ID.

Aba Options

A aba Options (Opções) controla várias outras opções para o EchoLink.

Announce connects (Anunciar conexões): Selecione uma das opções disponíveis para controlar como o EchoLink sinaliza que uma estação conectou.

  • None (Nenhum): Nenhum anúncio de conexão é feito quando uma estação conecta (a menos que um comando local DTMF o tenha chamado).
  • All users (Todos os usuários): Um anúncio de conexão é feito cada vez que uma estação conecta.
  • First conferencee only (Primeiro conferente somente): Um anúncio de conexão é feito quando uma estação conecta, mas somente se não já há outros usuários conectados.

Include callsign (Incluir indicativo): Se essa caixa for marcada, o EchoLink incluirá o indicativo da nova estação no anúncio de conexão.

Announce disconnects (Anunciar desconexões): Selecione uma das opções disponíveis para controlar como o EchoLink sinaliza que uma estação foi desconectada.

  • None (Nenhum): Nenhum anúncio de desconexão é feito quando uma estação desconecta (a menos que um comando local DTMF o tenha chamado).
  • All users (Todos os usuários): Um anúncio de desconexão é feito cada vez que uma estação desconecta.
  • Last conferencee only (último conferente somente): Um anúncio de desconexão é feito quando uma estação desconecta, mas somente se nenhum outro usuário permanece conectado.

Include callsign (Incluir indicativo): Se essa caixa for marcada, o EchoLink incluirá o indicativo da estação desconectada mais recentemente no anúncio de desconexão.

Announcement muting (Emudecimento do anúncio): Selecione uma das opções disponíveis para controlar como os anúncios de conexão e desconexão são feitos se a freqüência do link estiver ocupada.

  • No muting (Sem emudecimento): Anúncios de conexão e desconexão são tocados mesmo se a freqüência estiver ocupada.
  • Mute if freq is busy (Emudecer se a freqüência estiver ocupada): Anúncios de conexão e desconexão não são tocados se a freqüência estiver ocupada.
  • Defer if freq is busy (Adiar se a freqüência estiver ocupada): Anúncios de conexão e desconexão não são tocados se a freqüência estiver ocupada, mas são adiados até que a freqüência fique livre. O anúncio será cancelado se mais que 2 minutos tenham passado desde o evento.
  • Suppress all (Suprimir tudo): Anúncios de conexão e desconexão nunca serão tocados, mesmo se chamados por um comando DTMF local.

Play welcome message to connecting station (Tocar mensagem de bem-vindo para a estação que conectar): Selecione essa opção se você desejar preparar uma mensagem de voz a ser tocada para todas as estações que conectarem pela Internet. Essa mensagem não será ouvida pelo link local. Se essa opção for selecionada, escolha o "..." para localizar o arquivo WAV a ser tocado. O arquivo WAV deve ser gravado em uma taxa de 8kHz (8000 Hz), usando um canal (mono).

É recomendado que você mantenha tal mensagem muito breve (abaixo de 5 seg.), pois mensagens longas pode interferir com a operação normal de voz

Play courtesy tone (Tocar som de cortesia): Selecione essa opção se você deseja que o EchoLink toque um breve tom no fim de cada transmissão da Internet. Para usar um arquivo personalizado WAV ao invés do tom padrão, selecione um sinal personalizado para Courtesy Tone na aba Signals.

Play activity reminder every n sec (Tocar lembrete de atividade cada n segundos): Se você estiver rodando um link de repetidora, selecione essa opção para fazer com que o EchoLink toque um breve tom entre os câmbios no link local periodicamente, enquanto uma estação estiver conectada. Esse tom serve como um lembrete para estações envolvidas num QSO local que pelo menos uma estação está (ainda) conectada ao link, e assim deixar uma pausa mais longa entre os câmbios para permitir que a estação remota entre. Para usar um arquivo personalizado WAV ao invés do tom padrão, selecione um sinal personalizado para Activity Reminder na aba Signals.

Max key-down time (sec) (Tempo máximo para desativar): Entre o número máximo de segundos que você deseja permitir que o transmissor local permaneça acionado em uma única transmissão. Se um sinal de entrada (da Internet) exceder esse tempo, o EchoLink irá desconectar a estação e desacionar o transmissor local. Para desativar esse recurso, entre 0.

Dead-carrier timeout (sec) (Temporização para portadora morta): Entre o número máximo de segundos que deseja permitir que uma estação transmita a sua estação (pela Internet) sem fornecer qualquer áudio. Se o sinal de entrada exceder esse tempo, o EchoLink irá desconectar a estação. Para desativar esse recurso, entre 0.

Announcement pre-delay (ms) (Pré-atraso do anúncio): Entre a quantidade de tempo, em milissegundos, que o EchoLink deve pausar entre o acionamento do PTT e o início de um anúncio. O padrão é 150ms. Pode ser estendido se os anúncios estiverem sendo cortados no início quando são ouvidos.

Aba Signals

A aba Signals controla os anúncios que são feitos no ar quando certos eventos do sistema ocorrem.

Para cada evento na lista, há a opção de usar o anúncio padrão, ou um arquivo WAV personalizado que você fornecer.

Note que qualquer arquivo WAV personalizado que você fornecer deve ser no formato 8-bit, 8000Hz PCM Mono. A seleção de qualquer outro tipo de arquivo WAV irá produzir uma mensagem de erro.

Para mudar o ajuste para um evento particular, selecione o evento na lista, e selecione Default ou Custom. Se Custom for selecionado, escolha "Select..." para localizar o arquivo WAV que você deseja usar.

Para testar o sinal de anúncio para um evento, selecione o evento e clique no ícone de alto-falante (Essa função funciona somente quando não há estação conectada).

O anúncio Station Info é tocado sempre que uma estação entra a seqüência DTMF Station Info, que por padrão é a tecla estrela (*).

O tom de cortesia é tocado somente se "Play courtesy tone" está ativado na aba Options.

O som Activity Reminder é tocado somente se "Play activity reminder" está ativado na aba Options.

Note que os eventos na lista se aplicam somente ao modo Sysop.

Speech Speed (Velocidade da fala): Selecione Normal, Slow, ou Fast. Se Fast for selecionado, as palavras são ligeiramente encurtadas para diminuir o tempo do anúncio; se Slow for selecionado, espaço extra é colocado entre as palavras para melhorar a inteligibilidade (Esses ajustes não se aplicam a quaisquer arquivos WAV personalizados.)

Tone Burst: Alguns repetidores precisam de um breve tom para ativá-los. Se o repetidor local tem esse recurso, o EchoLink pode enviar um tom no início de cada transmissão, ou quando uma estação remota conecta inicialmente. Varias freqüências de tom estão disponíveis (1750 Hz é a mais comum), e a duração é ajustável.

Aba Remt (Remote Control � Controle Remoto)

Para um controle remoto conveniente "por fios", o EchoLink tem duas opções embutidas.

A primeira é um servidor Web embutido, protegido por senha, que permite que a estação seja controlada remotamente de qualquer navegador de internet que esteja conectado. O servidor Web mostra uma página HTML que mostra o status atual do programa, e permite que o link seja ativado e desativado, e as estações sejam conectadas ou desconectadas. A página também mostra entradas recentes do System log. Os ajustes na seção superior dessa aba controlam quando o servidor Web está ativado, e como ele está configurado.

A segunda opção funciona com um "voice modem" conectado ao seu PC, e permite que o EchoLink seja controlado remotamente por um telefone de tom (DTMF). O programa atende a uma chamada de entrada, aceita comandos DTMF pela chamada, e permite ao chamador monitorar o áudio que está passando através do link.

Enable Web remote control (Ativar controle remoto pela Web): Selecione essa opção para ativar o servidor Web embutido. Se você selecionar essa opção, tenha certeza de entrar a outra informação abaixo.

TCP Port (Porta TCP): O número de porta TCP que o servidor Web irá operar. O padrão é 8080, para evitar conflitos com outros serviços Web que possam já estar rodando na porta 80. Você pode precisar mudar isso se seu firewall (ou provedor de Internet) não permite tráfego de entrada na porta 8080.

Username, Password (Nome de usuário, senha): Se você quiser que o servidor Web seja protegido por senha (recomendado), entre um nome de usuário e senha. Quando estiver acessando o EchoLink de um navegador Web remoto, uma caixa pop up irá aparecer e pedir essa informação para liberar o acesso.

 

Notas:

Se você ativar o servidor Web na porta 8080, a URL para acessá-lo será http://nomedohost:8080/, onde "nomedohost" é o nome ou endereço de IP do seu computador (Se você estiver usando um dial-up ou conexão DSL à Internet, tenha em mente que seu nome de host e/ou endereço IP pode mudar cada vez que você reconectar a Internet).

Se você estiver operando o EchoLink atrás de um firewall (tal como um roteador de cabo ou DSL), tenha certeza de configurar o firewall para permitir trafego de entrada na porta TCP 8080 para o computador rodando o EchoLink.

Enable dial-in remote control (Ativar controle remoto por discagem): Marque essa caixa para permitir que o EchoLink aceite comandos DTMF de operador de uma chamada telefônica de entrada.

Voice-modem device (Dispositivo Voice-modem): Se mais que um modem voice está conectado ao seu PC, escolha o dispositivo que deseja usar com o EchoLink. Se essa opção estiver desativada, significa que o EchoLink não detectou quaisquer dispositivos compatíveis. Veja Notas para mais informação.

Answer on n rings (Atender em n toques): Determina quantas vezes a linha irá tocar antes que o EchoLink atenda a chamada.

Timeout (sec): Ajusta a quantidade de tempo após o último comando DTMF para que o EchoLink mantenha a linha aberta antes de desligar. (A maioria dos voice modens também irão desligar a linha logo após o chamador desligar). Ajuste o timeout para 0 para manter a linha aberta enquanto o chamador permanecer ligado.

Audio level (Nível de áudio): Ajusta o nível de áudio do EchoLink para a linha de telefone. Mova o deslizante para a direita para aumentar o nível.

Audio Monitor (Monitor de áudio): Marque essa caixa para permitir que o áudio do QSO seja ouvido pela linha de telefone enquanto o operador de controle estiver conectado. Desmarque essa caixa se seu voice modem não for capaz de detectar dígitos DTMF enquanto estiver enviando áudio através da linha telefônica.

Passcode (Senha): Ajusta a seqüência DTMF que o chamador deve fornecer antes de ter o acesso ao link permitido. Esse campo pode ser deixado em branco.

 

Notas:

Esse recurso requer um voice modem compatível com TAPI instalado. Em contraste a um modem convencional, um modem com voz é aquele que pode fazer ou aceitar chamadas de voz, e é freqüentemente usado com software de secretária eletrônica ou viva voz no PC. O tipo mais comum (e barato) de voice modem é o tipo internal PCI "winmodem", apesar de que nem todos os winmodems são modens de voz. Verifique a documentação do produto para referências a "telephone answering machine" (secretária eletrônica) ou "speakerphone" (viva-voz) para determinar se um modem em particular tem capacidade de voz.

Apesar do EchoLink ter sido testado com várias marcas e modelos diferentes de modens de voz, a compatibilidade com todos os modelos não pode ser garantida. Quando instalar o modem, certifique-se que os drivers correspondentes também sejam instalados. Usuários do Windows 95 também devem se certificar que as atualizações TAPI 1.4 e Unimodem/V também tenham sido aplicadas, porque elas não estão presentes em uma instalação básica do Windows 95.

Quando discar para o EchoLink pelo telefone, o EchoLink irá atender a linha e anunciar "EchoLink " para o chamador. Se uma senha foi configurada, o chamador deve entrar a senha DTMF correta. O Echolink então anuncia "Enabled". A partir desse ponto, está pronto para aceitar comandos DTMF, e o chamador irá ouvir o áudio do link, se um QSO estiver em andamento e a caixa Audio Monitor estiver marcada. Devido a não haver detecção de portadora pelo telefone, espere 3 segundos após cada seqüência DTMF para o comando ser reconhecido, ou use o sinal cancela/grade/cruz (#) como terminador.

Se a linha de telefone e o modem voz suportarem identificação de chamadas, o nome e/ou telefone do chamador irão aparecer no log do sistema.

Aba RF Info

A aba RF Info é usada para fornecer informações sobre seu link que podem ser úteis para ajudar estações próximas que estejam tentando localizá-lo. O EchoLink inclui uma implementação do Automatic Voice Reporting System (AVRS), que usa a rede APRS® e protocolos para distribuir informação em tempo real sobre links VoIP tais como nós do EchoLink. Esse recurso foi desenvolvido em colaboração com Bob Bruninga, WB4APR. O programa também fornece um mecanismo para coletar e mostrar essa informação na Web, como um adjunto ao APRS.

Se você desejar distribuir informações básicas sobre seu link simplex, ou a repetidora que o seu link está conectado, pode entrá-las aqui. Por padrão, a informação é transmitida a um banco de dados central na Internet durante o início do programa, e novamente cada vez que uma estação conecta ou desconecta do seu link. Essa informação poderá ser mostrada e pesquisada no sítio do EchoLink na Web.

Se um TNC de pacotes estiver conectado ao seu computador, e a opção APRS estiver ativada, a mesma informação será enviada periodicamente aos usuários locais usando APRS. Estações móveis equipadas com APRS freqüentemente tem displays alfanuméricos que irão mostrar o local e status do seu nó, se eles estiverem no alcance da sua transmissão APRS ou de um digipeater (repetidor digital) próximo. Um software APRS futuro pode incluir a capacidade de permitir a uma estação móvel enviar uma pesquisa geral por atividade local no EchoLink.

Os campos de informação na aba RF Info são definidos pela especificação AVRS como segue:

  • Lat: Latitude da estação, em graus e minutos decimais. Por exemplo, 41.1175 graus são 41 graus, 07,05 minutos. Tenha certeza de indicar East (Leste) ou (Oeste) West.
  • Lon: Longitude da estação, em graus e minutos decimais. Tenha certeza de indicar North (Norte) ou South (Sul).
  • Power (W): Potência de transmissão, como medido no ponto de alimentação da antena.
  • HAAT (ft): Altura da antena sobre o terreno médio, em pés. Note que é a altura da antena sobre o terreno médio, não a elevação acima do nível do mar.
  • Antenna gain (dB): Ganho da antena na direção favorecida, arredondado para o decibel mais próximo.
  • Directivity: Direção geral, se qualquer, em que os sinais são favorecidos pela antena.
  • Freq (MHz): Freqüência em que o link recebe. Se o link é para uma repetidora, essa é a freqüência de saída da repetidora.
  • PL (se qualquer): freqüência CTCSS, se qualquer, necessária para ativar o link (ou para ativar a repetidora em que o link está sintonizado). 

Se você não deseja fornecer ou divulgar qualquer uma dessas informações, entre 00 00.00 para Lat e 000 00.00 para Lon.

Os valores de alguns desses itens são limitados a um pequeno jogo de escolhas, devido a forma como os dados são codificados na especificação AVRS.

As seguintes opções também estão disponíveis:

Report Status via APRS: Se estiver usando um TNC para distribuir informação de status pelo APRS, marque essa caixa e confirme as configurações abaixo.

TNC Interface: Porta serial que o TNC de pacotes está conectado. O EchoLink irá acessar o TNC através dessa porta a 9600 bps. Certifique-se que essa porta já não está em uso por outro aplicativo. Contudo, se você estiver usando o programa UIView32, você pode configurar o UIView32 para se comunicar diretamente com o TNC, e escolher a opção UIView32 para fazer com que o EchoLink compartilhe o TNC com o UIView32. A única limitação é que o UIView32 não pode usar o TNC no modo KISS.

Auto Initialize: Marque essa caixa para fazer com que o EchoLink ajuste os parâmetros do TNC automaticamente ao iniciar. Se ativado, o EchoLink irá tentar colocar o TNC no modo de comando, ajustar a via UNPROTO, e então colocar o TNC no modo de conversa. Caso contrário, o EchoLink assume que esses passos foram executados manualmente antes do EchoLink ser iniciado.

Unproto Path: Se a opção Auto Initialize estiver ativada, escolha uma das vias dessa lista. Isso afeta a forma como os pacotes de saída são endereçados, e como eles serão aceitos e repetidos por um digipeater. Uma configuração comum é RELAY.

Include name(s) of connection stations in status: Se marcado, o EchoLink irá incluir o indicativo da estação conectada quando ele enviar um informe de status pela rede APRS. Caso contrário, o informe só indica que o link está em uso.

Comment: Entre até 8 caracteres (letras, números, ou espaços) que serão adicionados ao informe. Essa informação irá aparecer junto com o informe de status APRS, e é visível na tela de algumas estações móveis.

Para mais informação sobre a especificação AVRS, por favor veja http://web.usna.navy.mil/~bruninga/avrs.html

APRS é uma marca registrada de Bob Bruninga.


Ler mais: http://vhfmais.webnode.pt/news/configurar-um-link-no-echolink/